segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Eis-me aqui

«Eu manifestei-me àqueles que não me consultavam, saí ao encontro dos que não me buscavam. Dizia: «Eis-me aqui» a um povo que não invocava o meu nome»
(Is 65, 1)

1 comentário:

Helena disse...

ou, como diria Adília Lopes,

"Deus é um boomerang
e eu sou a sua filha pródiga"