domingo, 14 de março de 2010

E se as mulheres fizessem greve na Igreja?

"Mulheres e Teologia" foi o tema de um colóquio levado a cabo na Universidade de Coimbra, há duas semanas, e promovido pelo Instituto de Estudos Feministas com a colaboração do Instituto Universitário Justiça e Paz, da diocese de Coimbra. O debate contou com a participação de sete mulheres, oriundas do universo do catolicismo: Adriana Bebiano, Teresa Toldy, Fernanda Henriques, Maria Carlos Ramos, Maria Julieta Dias, Laura Ferreira dos Santos, Isabel Allegro Magalhães; e ainda os teólogos Bento Domingues e Anselmo Borges. Na TSF, Manuel Vilas Boas deu voz às e aos intervenientes e o programa, com o título "E se as mulheres fizessem greve na Igreja?", passou neste fim de semana. O programa pode ser ouvido aqui.
(Foto: grupo de freiras em Belém, em Maio de 2009, na missa com o Papa Bento XVI)

1 comentário:

rouxinol de Bernardim disse...

A greve é um direito indeclinável. Em tudo!