segunda-feira, 16 de março de 2009

SMS, Web, espiritualidade...

"Um bispo propõe aos jovens fazer jejum de SMS. Rosário, Joaquim e os filhos vêem menos televisão para conversarem mais. Jaime pôs um aviso no Outlook para rezar diariamente ao meio-dia. José abre o Skype para rezar com mais dois amigos - e em latim... A Quaresma é pretexto para jejuns vários e para novos usos da tecnologia".
Este é o lead de um trabalho jornalístico que António Marujo escreve hoje no Público (P2). A mostrar que os media e a web são continentes bem mais ricos e surpreendentes do que aquilo que se poderia supor.
A ler: AQUI.

1 comentário:

Ricardo João Perna disse...

Um excelente artigo, Marujo, com duas reflexões cada vez mais importante para todos: como podemos viver a Quresma de uma forma pura, verdadeira e útil, e de que forma podemos utilizar todas as novas tecnologias existentes ao serviço da evangelização? Sim, porque se S. Paulo vivesse nos tempos de hoje, há muito que já teria o seu blogue pessoal e página de twitter e facebook, tenho a certeza...