segunda-feira, 11 de maio de 2009

Os sapatos do Papa e do jornalismo

Chegam-me de Lisboa ecos dos noticiários televisivos de ontem (não me souberam dizer qual ou quais, peço desculpa): então o Papa não descalçou os sapatos na mesquita de Amã? De facto, o Papa não descalçou os sapatos; mas pelos vistos, a "polémica", feita pelas notícias das agências internacionais, parece ter morrido à nascença; ainda por cima, foi o arquitecto que conduzia a visita do Papa a dizer-lhe para entrar calçado. Algum jornalismo deveria descalçar-se destes sapatos que tentam valorizar o acessório ou, mesmo, elevar o folclore à categoria de notícia.

3 comentários:

Anónimo disse...

O problema de qualquer blog do Público é que torna-se em bloco de notas dos "jornalistas" e "cronistas". Deveria, antes, ser um lugar de maior - e ampla - cobertura das situações e acontecimentos.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
António Marujo disse...

Convém esclarecer que Religionline não é um blogue do Público; +e um blogue feito por várias pessoas, uma das quais é jornalista do Público. O facto de estar no site do Público é porque, neste momento, o blogue é convidado do site. Espero que fique claro, apesar de não saber a quem estou a responder.